SPI apresentou em Luanda o relatório Global Entrepreneurship Monitor Angola 2016/17

24 Novembro 2017

 

No passado dia 16 de novembro, a SPI apresentou o relatório Global Entrepreneurship Monitor Angola 2016/17.

O evento, realizado em Luanda, contou com a presença do Ministro da Economia e Planeamento de Angola, Dr. Pedro Luís da Fonseca. Para além da intervenção do Dr. Paulo Gomes, Administrador do BFA, e da apresentação dos resultados do GEM Angola 2016/2017, foram, ainda, realizadas duas apresentações adicionais: "A competitividade de Angola na SADC", pelo Professor Manuel Alves da Rocha, da UCAN, e “Inovação e Empreendedorismo”, pelo Professor Augusto Medina, da Sociedade Portuguesa de Inovação. 

Os estudos Global Entrepreneurship Monitor apresentam uma análise da relação entre o nível de empreendedorismo e o nível de desenvolvimento económico de um país, determinando as condições que fomentam e dificultam as dinâmicas empreendedoras.

O Global Entrepreneurship Monitor Angola 2016/17, tal como nos anos anteriores, resulta de uma parceria entre a Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI) e o Centro de Estudos e Investigação Científica da Universidade Católica de Angola (CEIC-UCAN), com o apoio do Banco de Fomento Angola (BFA).

No passado dia 16 de novembro, a SPI apresentou o relatório Global Entrepreneurship Monitor Angola 2016/17.

O evento, realizado em Luanda, contou com a presença do Ministro da Economia e Planeamento de Angola, Dr. Pedro Luís da Fonseca. Para além da intervenção do Dr. Paulo Gomes, Administrador do BFA, e da apresentação dos resultados do GEM Angola 2016/2017, foram, ainda, realizadas duas apresentações adicionais: "A competitividade de Angola na SADC", pelo Professor Manuel Alves da Rocha, da UCAN, e “Inovação e Empreendedorismo”, pelo Professor Augusto Medina, da Sociedade Portuguesa de Inovação. 

Os estudos Global Entrepreneurship Monitor apresentam uma análise da relação entre o nível de empreendedorismo e o nível de desenvolvimento económico de um país, determinando as condições que fomentam e dificultam as dinâmicas empreendedoras.

O Global Entrepreneurship Monitor Angola 2016/17, tal como nos anos anteriores, resulta de uma parceria entre a Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI) e o Centro de Estudos e Investigação Científica da Universidade Católica de Angola (CEIC-UCAN), com o apoio do Banco de Fomento Angola (BFA).