SPI coordena a elaboração do Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável no Tocantins

23 Outubro 2017

 

Entre os dias 2 e 14 de Outubro, a Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI) realizou uma missão ao Estado de Tocantins no âmbito da elaboração do Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS) relativo a quatro regiões do Estado: Bico do Papagaio, Vale dos Grandes Rios, Ilha do Bananal e Serras Gerais.
A missão iniciou com uma reunião inicial na capital do estado, Palmas, com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (SEDEN), onde foi discutido um planeamento do projeto, incluindo um debate sobre a política estadual de turismo sustentável do Tocantins e as especificidades da visita aos territórios em questão. A equipa da SPI foi a campo para reunir-se com os municípios participantes e outros atores privados, nomeadamente empresários do setor do turismo e guias turísticos. Pretendeu-se deste modo envolver todos os agentes turísticos, quer públicos quer privados, desde uma fase inicial do projeto e recolher informação relativa à oferta turística, infraestrutura e serviços em cada município, fundamental para a elaboração do diagnóstico das regiões em análise.
O PDITS é um projeto financiado pelo Banco Mundial e engloba, para além da elaboração do referido plano, a revisão da política estadual de turismo do estado de Tocantins. O objetivo do projeto é fomentar o desenvolvimento da atividade turística de forma sustentável, integrando as comunidades locais nas suas diversas fases de elaboração. Para além da SPI, que assume a função de coordenadora do projeto, participam as empresas THR (Espanha) e T4 (Brasil) especializadas em turismo, assim como a Oikos (Brasil) focada na temática ambiental.