Conferência PACE-Net Plus, 9 a 11 setembro 2014, Bremen (Alemanha)

31 Outubro 2014

O combate às doenças não-transmissíveis ou as opções do estilo de vida para melhorar a nutrição e o bem-estar; a exploração da convergência da ciência e do conhecimento empírico entre a água e agricultura para uma vida sustentável e saudável no século XXI; e o aumento da resiliência da comunidade na gestão do meio ambiente, da água e dos resíduos, num clima em mudança. Estes foram os principais temas abordados pelos três Think Tanks na conferência realizada no âmbito do projeto PACE-Net Plus (Rede Europa Pacífico da Ciência, Tecnologia e Inovação), entre os dias 9 e 11 de setembro de 2014, em Bremen (Alemanha).
A conferência foi iniciada com o discurso de boas-vindas do Professor H. Westphal, diretor da ZMT, que deu destaque à pesquisa interdisciplinar única e ao recurso do conhecimento científico deste Instituto Alemão no sentido de encontrar abordagens holísticas para o uso sustentável dos recursos costeiros. O Dr. Heseler (Secretário de Estado do Ministério da Economia, do Trabalho e dos Portos da Cidade Livre e Hanseática de Bremen) honrou também a delegação PACE-Net com a sua presença no histórico e ornamentado edifício da Câmara Municipal de Bremen, declarado Património Mundial pela UNESCO, abordando a temática da "Cooperação como motor da ciência."
Co-organizada pela SPI (Sociedade Portuguesa de Inovação), pela ZMT (the Leibnitz Zentrum für Marine Tropenökologie) e vários outros parceiros do projeto, esta conferência procurou atualizar e identificar prioridades de investigação e cooperação entre a UE e a Região do Pacífico nas áreas da saúde, segurança alimentar e nutricional, mudanças climáticas e meio ambiente, as quais correspondem a três dos principais desafios societais do Horizonte 2020, o novo programa-quadro de investigação da Comissão Europeia (CE). A conferência PACE-Net Plus teve ainda como objetivo identificar nichos de inovação nestas áreas e desenvolver ideias preliminares para iniciativas e atividades conjuntas.
Importa salientar que os participantes da conferência procederam à formulação de um conjunto de recomendações políticas, que irão contribuir para o diálogo regional e bi-regional das políticas entre a UE o Pacífico sobre cooperação tecnológica e inovação científica, apoiados pelo PACE-Net Plus ao nível dos principais stakeholders e decisores.
Este evento contou com os inputs relevantes de cerca de uma centena de especialistas e autoridades da Europa (Alemanha, Bélgica, Bulgária, França, Holanda, Itália, Noruega, Portugal e Reino Unido) e do Pacífico (Austrália, Fiji, Guam, Kiribati, Polinésia Francesa, Nova Caledônia, Nova Zelândia, Papua Nova Guiné, Polinésia Francesa, Samoa, Tuvalu e Vanuatu). Como é habitual no âmbito do enquadramento dos projetos PACE-Net e PACE-Net Plus, o evento foi uma excelente oportunidade para fomentar o contacto e networking entre especialistas e os principais stakeholders, tendo em vista possíveis parcerias na área da Ciência, Tecnologia e Inovação.
Os resultados dos vários grupos de reflexão serão apresentados no próximo diálogo bi-regional, a realizar-se em Auckland, de 10 a 11 de dezembro de 2014.
Para mais informações sobre o PACE-Net Plus: http://pacenet.eu   
Para mais informações sobre a Conferência de Bremen e os Think Tanks: http://pacenet.eu/events/pacenetplus-bremen-2014