SPI nos Açores para arranque de projeto FP7 sobre Biodiversidade

22 Julho 2013

A SPI apoiou a organização e participou na reunião de arranque do projeto NetBiome-CSA em Ponta Delgada, a 9 e 10 de Julho. A reunião foi acolhida pela entidade coordenadora do projeto, Fundo Regional da Ciência (Açores) e contou ainda com a participação de vários parceiros internacionais: Agence de Developpement Economique de la Nouvelle Caledonie, Guadeloupe Region, Réunion Region, PLOCAN (Canarias), Agence Nationale de la Recherche (França), ECOLOGIC Institute (Alemanha), Fundação EUROCEAN (Portugal), NATURALIS Biodiversity Center (Holanda) and Instituto Nacional de Desenvolvimento das Pescas de Cabo Verde. 

Os principais objetivos desta reunião que marcou o início do projeto foram: proporcionar uma perspetiva geral dos resultados a alcançar, apresentar o consórcio e analisar em detalhe o papel de cada parceiro, apresentar a estratégia de disseminação e comunicação, aprovar as várias ferramentas e procedimentos para a gestão do projeto. 

No início da reunião foi lida uma mensagem do Secretário Regional para a Educação, Ciência e Cultura do Governo Regional dos Açores (que supervisiona o coordenador do projecto, Fundo Regional da Ciência). Em nome do Governo dos Açores, o Secretário deu as boas-vindas aos participantes e frisou a importância do projeto para a Região Autónoma dos Açores e o compromisso de apoiar o projeto e as atividades a realizar a nível local.

O projeto NetBiome-CSA é financiado pela Comissão Europeia no âmbito do Sétimo Programa Quadro para a Ciência e Desenvolvimento Tecnológico (FP7). O projeto tem como objetivo reforçar a cooperação Europeia na investigação para a gestão inteligente e sustentável da biodiversidade tropical e subtropical em regiões periféricas (como é o caso dos Açores) e em países e territórios ultramarinos.