SPI assina acordo que impulsiona ida de PME portuguesas para a China

20 Dezembro 2011

A SPI celebrou, em Novembro, um acordo de cooperação com a organização sino-francesa Dpark, com o objectivo de prestarem em conjunto serviços profissionais a empresas portuguesas que pretendem estabelecer e/ou expandir a sua presença na China.

Apoiando-as em todo o percurso de internacionalização, a SPI e o Dpark pretendem implementar as empresas na China de forma rápida, segura,eficaz, e económica (aluguer de escritórios a partir de 10 euros por dia).

O acordo foi assinado em Xangai, no âmbito de um seminário dedicado à inovação e internacionalização de PME organizado pela SPI, o Dpark e a European BIC Network (EBN). O evento teve como oradores representantes de diversas instituições, entre as quais o Consulado Português/AICEP em Xangai, o Banco de Desenvolvimento da China e o governo de Xangai.

Sara Medina, responsável pela gestão das actividades da SPI na China, defende que é necessário criar as condições e providenciar os recursos que permitam às empresas portuguesas expandirem o seu negócio para o mercado chinês, já que há uma série de barreiras que à primeira vista dificultam o processo, tais como a diferença cultural e linguística e o contexto legal. A administradora da SPI salienta que existem inúmeras oportunidades na China para as empresas portuguesas, acrescentando que o primeiro passo para investir neste país consiste em colaborar com os parceiros certos.